Creatina – como esse nutriente pode melhorar a performance de seu treino?

Está em busca de uma substância orgânica, que aumente a capacidade do seu corpo de produzir energia rapidamente, ajude seus músculos a suportarem grandes pressões e permita que você melhore o desempenho de seu treino? Então a creatina é ideal para você.

Quer saber mais sobre ela? Então continue a leitura!

1 – Creatina: o que é?

A creatina é um composto orgânico produzido no fígado, rins e pâncreas, a partir de três aminoácidos (arginina, glicina e metionina) presentes nas fibras musculares.

2 – Qual a função da creatina em nosso organismo?

Por ser um aminoácido, a creatina ajuda na formação da massa muscular do nosso corpo.

Ela também é responsável por modificar a fosfocreatina, substância responsável pela reserva energética, permitindo que os músculos recebam energia rapidamente.

3 – Onde encontramos esse nutriente?

Apesar de ser um nutriente produzido pelo nosso próprio organismo, é possível encontrar a creatina em alimentos como aves, carnes vermelhas e peixes.

Atualmente, a creatina também é encontrada no formato de suplemento (em pó ou cápsulas).

4 – Por que devo tomar o suplemento de creatina?

Se você leu o ponto 2 (qual a função da creatina em nosso organismo?), já deve ter percebido os benefícios de incluir esse nutriente em sua dieta diária.

Por fornecer mais energia ao corpo, o suplemento de creatina é especialmente recomendado para quem treina, pois permite a realização de séries maiores e mais intensas de exercícios.

Como esse nutriente atua diretamente na massa muscular, ele ajuda a diminuir a fadiga muscular, melhorando a recuperação pós treino.

Além disso, a creatina também funciona como anticatabolico, evitando a perda da massa magra; e na manutenção dos ossos.

Resumindo: se você precisa aumentar a sua força física, deseja perder peso e está em busca de uma rápida recuperação pós-treino, o suplemento de creatina é o ideal.

Vale lembrar que os benefícios aqui apresentados só serão observados após 4 meses (no mínimo). É muito importante manter a dieta, a suplementação e a rotina de atividades por no mínimo 4 semanas, para que o seu corpo se adeque aos novos hábitos e passe a aproveitá-los ao máximo.

Extra: a creatina também é indicada para quem é vegano ou vegetariano, pois ajuda a regular o nível de proteína, balanceando a dieta.

5 – Como consumir o suplemento de creatina?

Deve-se consumir de 3 a 5g de suplemento de creatina por dia, todos os dias da semana. Para uma melhor absorção, é recomendável tomar o suplemento ao acordar (ainda em jejum) ou imediatamente após o treino.

Outra recomendação para acelerar e melhorar a incorporação do nutriente pelo corpo, é consumi-lo junto de um carboidrato com alto índice glicêmico, como bebidas isotônicas ou um suco de laranja.

Isso porque o carboidrato aumenta a liberação da insulina, que é a responsável por carregar a creatina até a célula muscular.

A boa notícia, é que o consumo do suplemento de creatina não oferece nenhum efeito colateral negativo.

6 – Dúvidas e mitos sobre a creatina

Uma dúvida muito comum sobre a creatina é se mulheres podem consumi-la. E a resposta é CLARO QUE SIM! Se a mulher em questão está em busca de um dos resultados apresentados no ponto 4 (por que devo tomar o suplemento de creatina?), então ela pode incluir esse nutriente em sua dieta.

Um mito em relação a suplementação de creatina é que ela retém líquido. Isso não é necessariamente verdade! O que acontece é que a creatina aumenta a quantidade de água intracelular das células musculares, fazendo com que os músculos aparentam ser maiores.

Outro mito é em relação ao fato da creatina fazer mal ao rim. Não existe nenhum trabalho cientifico que comprove proteínas, como a creatina, causem lesões renais em um paciente saudável.

Conclusão

A creatina é o suplemento mais bem estudado da atualidade. Diversas pesquisas realizadas concluíram que ela é totalmente segura e eficaz.

Segundo especialistas, a creatina deve ser o 1º suplemento a ser incluído na dieta de quem começará a pratica de exercícios. Isso por que, ela é um modificador de função. Ao oferecer força para a realização das séries e uma rápida recuperação muscular, ela proporciona um ganho de função para quem a consome.

Vale salientar que a prática de uma atividade física é fundamental para que se observe os benefícios oferecidos pela suplementação da creatina.

Você já utiliza o suplemento da creatina em seu dia a dia? Conte para nós, como é a sua experiência com esse nutriente.

E se você gostou desse artigo, não esqueça de compartilhá-los com os amigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *